julho 20, 2006

A genialidade da simplicidade

Percebi finalmente aquilo que me fascina em Alberto Caeiro: a simplicidade. É absolutamente incrível como consegue ser simples e pragmático, atingindo assim a felicidade total, que reside nesta "descomplexificação" do mundo. É uma capacidade que não está ao alcance de todos. Sentem isso? A verdade é que é difícil pensar de forma simples... Reparem neste poema:

"Um dia de chuva é tão belo como um dia de sol.
Ambos existem, cada um como é." (Alberto Caeiro)

Acho isto lindo... Confesso... Pronto, são belos. Acho genial... Quem ousa dizer apenas isto? O preconceito em relação ao "apenas" é enorme. Talvez a felicidade só seja alcançável pelos "apenas".

Sem comentários: