setembro 24, 2006

Formação a mais??!!

Talvez por ingenuidade, sempre acreditei que ser bom profissionalmente, ser competente, ser inteligente, ter uma formação de excelência seriam aspectos valorizados e até solicitados. Mas não... Hoje em dia, quando se fala tanto dos níveis de insucesso em Portugal, existem pessoas que têm de omitir algumas das suas habilitações para conseguirem arranjar emprego. Afinal, ter insucesso escolar talvez seja bom... Os CVs seleccionados não são os melhores porque não é isso que é procurado, porque não é preciso, porque para as funções exigidas não é necessário. E assim estamos num país onde ser doutorado e ter mestrado é uma lacuna... Onde pessoas com estas habilitações chegam às entrevistas e são rejeitadas porque têm competências a mais. Isto é o cúmulo. Numa reportagem da SIC sobre desemprego em Portugal, tomei contacto com uma realidade que me deixou chocada (é o termo, sim). Pessoas com dois doutoramentos que estão desempregadas, no limiar da probreza, a dormir no carro, porque têm currículo a mais. Numa situação de desespero, estas pessoas candidatam-se a qualquer coisa e mesmo assim não conseguem... Mas em que país vivemos? Dizem que os portugueses não fazem nenhum, que são desleixados e preguiçosos... Pois, porque será? Não se percebe... É um incentivo à estagnação, à desistência... É um sinal muito negativo... Uma situação muito injusta e sem sentido...

1 comentário:

Xanusca disse...

É tão verdade o que dizes que até dá nauseas...