junho 29, 2006

falta

há dias em que se sente mais. há horas em que se vê que o tempo passa mas a dor aumenta. hoje penso muito, lembro tudo, procuro confortos que não existem. não doi, não tem que doer. eu sei, mas falta. hoje, nem a melhor lembrança traz sossego. precisas dos abraços delas. sim.

1 comentário:

MadameZen disse...

é possível revermo-nos assim tão fortemente, ainda que o contexto seja diferente e a falta presente implique outra ausência?