maio 20, 2006

Deambulações Vãs

Se o vazio é oco, cheio de nada, porque é que pesa e dói intensamente? O vazio ocupa espaço? Mas que espaço? Preenche-se? Como? E se o vazio aumentar a sua dimensão, e de parasita se tornar proprietário de quem o suporta?

2 comentários:

pensamento disse...

Por vezes o caminha é de deambulações ãs. Foi ao acaso que encontrei o teu blog. Lindisssimoooooooo. Tão profundo e identifiquei-me com muito do que escreveste. Continua a escrever. Sempre que me seja possível, voltarei por aqui para te ler. Abraços.
Caracteres.

MadameZen disse...

Caro caracteres,

Em nome de todos os pancáticos que desenham neste blog, sê bem-vindo a este espaço, que de vazias questões se compõe.
Abraço,
MadameZen